Miranda do Douro: Helena Barril iniciou o trabalho como presidente da Câmara Municipal

Foi a primeira mulher a ser eleita presidente do município de Miranda do Douro e conseguiu-o na coligação PPD/PSD – CDS/PP – “É Tempo de Acreditar”, alcançando maioria absoluta, com 54,15% dos votos. Segundo os resultados oficiais do ato eleitoral de 26 de setembro, a candidatura socialista encabeçada por Júlio Meirinhos, obteve 41,12% dos votos. O PCP-PEV contabilizou 0,86%. E o Chega registou 0,51%. Foram ainda registados 1,27 votos em branco. E 2,10 votos nulos.

A tomada de posse dos membros da Assembleia Municipal e da Câmara Municipal de Miranda do Douro teve lugar ao início da tarde do dia 18 de outubro, no salão nobre, da Câmara Municipal de Miranda do Douro.

Na cerimónia foram empossados a nova presidente, Helena Barril e os vereadores, bem como presidente da Assembleia Municipal e os deputados municipais eleitos para a Assembleia Municipal e os presidentes de Juntas de Freguesia (deputados municipais por inerência).

No seu primeiro discurso como presidente da Câmara Municipal de Miranda do Douro, Helena Barril, evocou a vontade do povo de Miranda, que descreveu como um “povo nobre, culto, distinto e sábio”.

De acordo com a nova autarca de Miranda do Douro, a vontade do povo vai ser “a bússola de orientação da sua governação ao longo dos próximos quatro anos”.

“Que orgulho que eu sinto por este povo me ter entregue tão grande responsabilidade”, disse. E reconheceu a “grandeza, a dificuldade, a exigência e a apaixonante missão” que tem pela frente.

“Temos de ser humildes, fortes e ágeis para cumprir esta missão”, adiantou.

Para por em prática a humildade, Helena Barril, disse que vai procurar escutar a vontade do povo antes de tomar qualquer decisão. E assegurou que “não haverá poder, interesse ou vontade que se sobreponha à vontade do povo da Terra de Miranda”.

A presidente da Câmara Municipal lembrou que o concelho de Miranda do Douro está “empobrecido, foi maltratado, abandonado e traído pelos poderosos”.

E por issso, enfatizou que “todos estão convocados para uma nova era, um novo tempo, para inverter o declínio e a extração da riqueza, que levou à perda de 2/3 da população nos últimos 60 anos”.

Relativamente à perda demográfica, Helena Barril, indicou que nos últimos dez anos, o concelho de Miranda do Douro perdeu mais de mil habitantes, o que faz com que residam na região 6 mil e 400 pessoas.

Perante esta realidade, a autarca de Miranda do Douro, apelou à união de todos os mirandeses e mirandesas, “no trabalho árduo, no conhecimento, na inteligência e na vontade férrea”.

Sobre o acto eleitoral, agradeceu a grande disputa entre os partidos, o que considerou benéfica para a democracia. E mostrou-se disponível para trabalhar com todos, considerando que agora não há adeversários.

“Espero que haja muitas pessoas com ideias diferentes das nossas, que discordem de nós, que nos façam ver a verdade e abram horizontes, porque a diferença enriquece”, disse.

Helena Barril expressou a vontade de que todos se sintam livres, justificando que “só com a liberdade é possível oferecer o melhor de nós, a nossa inteligência, o nosso conhecimento e a nossa vontade”.

A nova autarca assumiu o compromisso de ser a mais humilde e determinada presidente. “Humilde a ouvir os anseios e as ordens. Porque quem manda na Câmara são os munícipes. Eu serei apenas vossa representante, a trabalhar em equipa, com os mais ilustres mirandeses”, afirmou.

“É com inteligência e conhecimento que se constrói o futuro”, disse.

A nova presidente da Câmara Municipal de Miranda do Douro agradeceu à sua equipa, “pela dedicação, o trabalho, o entusiasmo e a determinação com que se entregaram à exigente missão”.

E no final do seu discurso, a presidente da Câmara Municipal de Miranda do Douro agradeceu também à candidatura adversária e à sua equipa, por terem lutado por Miranda do Douro. “A sua visão é diferente da nossa, mas é uma visão ao serviço de Miranda”. E concluiu dizendo que conta com o sentido crítico e a liberdade da oposição, para assim servir e cumprir melhor a sua missão.

HA

1 comentário em “Miranda do Douro: Helena Barril iniciou o trabalho como presidente da Câmara Municipal”

  1. Bom seria de facto, que terminada a disputa política, se unissem todos os ideais pela defesa e prosperidade, se juntassem as reais intenções de mudança, de combate à desertificação, de recuperação da riqueza que sai de Miranda sem retorno. Em suma, todos os intervenientes políticos, ultrapassada a arena da discórdia, conseguissem ser MIRANDESES, em prol do bem comum.
    Utopia? Para um espírito normal. Acredito que é possível ser diferente, sendo superior.
    E temos tanto de diferente!…

    Responder

Deixe um comentário