O arcebispo italiano D. Ivo Scapolo, de 66 anos, é o núncio apostólico (embaixador da Santa Sé) em Portugal. (DBM)

No próximo Domingo, dia 9 de outubro, o representante da Santa Sé, em Portugal, D. Ivo Scapolo, Núncio Apostólico, vai presidir à eucaristia, na concatedral de Miranda do Douro e de seguida vai conhecer o mosteiro de Santa Maria Mãe da Igreja, em Palaçoulo.

A fé é uma confiança na presença atuante de Deus. A fé é um entregar-se nas mãos de Deus, de um Deus que pode fazer o impossível quando deitamos no seu regaço tanto aquilo que nos inquieta como aquilo que nos alegra.

O padre Manuel Marques, pároco de Miranda do Douro, nasceu no dia de São Miguel, Arcanjo, a 29 de setembro de 1952, em Vilarinhos das Azenhas, no concelho de Vila Flor.

No dia 29 de setembro, o padre Manuel Marques, pároco de Miranda do Douro, celebrou uma missa de ação de graças, na concatedal de Miranda do Douro, para agradecer os 70 anos de vida e 40 de sacerdócio.

Podemos alimentar a ilusão de que nós nunca nos encontraremos nessa situação. Mas este risco é real. Quantas são as dores e as necessidades do mundo às quais, todos os dias, decidimos fechar os nossos olhos e ouvidos e, pior ainda, o nosso coração, para evitar sermos contaminados pela dor dos nossos irmãos? Quantas justificações encontramos para aquietar a nossa consciência?

O Santuário de Nossa Senhora do Naso, na aldeia da Póvoa, acolheu milhares de pessoas para participar na Missa da Natividade da Virgem Santa Maria, uma celebração assinalada anualmente a 8 de setembro.

Concluíram-se no Domingo, dia 28 de agosto, as Festas em honra de Nossa Senhora do Rosário, em São Martinho, com a arruada pelas ruas da aldeia, seguida da celebração da missa, da procissão e as atuações dos pauliteiros e pauliteiras locais.

A porta aberta pelo Evangelho de Jesus é estreita para que só os corações que morrem ao próprio amor e se expandem no amor ao próximo possam passar. Que tenhamos um coração como o de Jesus e assim cruzemos a porta estreita e possamos atrair muitos irmãos à fé e à salvação de Deus.

Hoje celebramos a Assunção de Nossa Senhora, a sua partida para as moradas eternas. Na tradição oriental, este dia é conhecido como a «Dormição» de Maria, o dia em que ela sobe aos Céus.

Devemos, em todas as dimensões da nossa vida, promover a paz e a concórdia. Mas nunca sacrificando a verdade e o bem. O mal e a mentira devem ser sempre rejeitados.

No sábado, dia 13 de agosto, cantou-se em mirandês, o hino das Jornadas Mundiais da Juventude (JMJ), para assim convidar os jovens da Terra de Miranda, a participar no grande encontro mundial, que vai realizar-se em Lisboa, em agosto de 2023.

Daí o apelo de Jesus, no Evangelho deste dia, a que estejamos vigilantes, como quem espera de rins cingidos e com as lâmpadas acesas, isto é, prontos a partir e capazes de perscrutar as sombras. 

O diretor do Secretariado Diocesano da Pastoral Juvenil e Vocacional de Bragança-Miranda afirmou que a visita dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude à diocese acontece num mês em que a população duplica, chegando assim a “novos públicos”.

O mosteiro de Santa Maria, Mãe da Igreja vai estar concluído em agosto de 2023. (HA)

As obras de contrução do mosteiro de Santa Maria, Mãe da Igreja, em Palaçoulo, continuam a decorrer a bom ritmo e o edifício começa a ganhar a forma final, o que para a superiora da comunidade das monjas trapistas, a irmã Giusy Maffini, é um sinal de alegria e esperança.

A catequista, Irmã Emília, com as crianças da Primeira Comunhão. (HA)

No Domingo, dia 19 de junho, a concatedral de Miranda do Douro encheu-se de gente para a celebração da Primeira Comunhão, de 14 crianças que frequentaram a catequese, orientada pelas irmãs servas franciscanas.

No dia 25 de maio, foi colocada a primeira pedra da futura igreja do Mosteiro de Santa Maria Mãe da Igreja, em Palaçoulo, um gesto que tem o significado de entregar a obra a Deus, numa cerimónia presidida pelo agora arcebispo de Braga, D. José Cordeiro – considerado pelas monjas trapistas, o fundador do mosteiro.

No dia 4 de maio, o grupo de amigos Sérgio Diz, Dilar Neto, Luis Miguel Ventura e Nuno Martins iniciaram uma peregrinação, a pé, de Miranda do Douro até ao Santuário de Fátima, onde chegaram no dia 12 de maio, após percorrerem 400 quilómetros, numa aventura inesquecível de nove dias de caminhada, que exigiu um grande esforço e durante a qual os peregrinos aprofundaram a fé e a amizade entre eles.

Milhares de peregrinos de todo o país dirigem-se para o Santuário de Fátima, para celebrar o 13 de maio. (flickr)

Deixe um comentário