Miranda do Douro: Celebrou-se o 436º aniversário da dedicação da Concatedral

Nesta quarta-feira, dia 16 de novembro, celebrou-se às 17h00, a eucaristia comemorativa dos 436 anos da dedicação da Concatedral de Miranda do Douro, uma celebração que visa assinalar a data da consagração do antigo altar, ocorrida em 1586.

A celebração foi presidida pelo pároco de Miranda do Douro, o padre Manuel Marques e na homília, o sacerdote disse que na Sagrada Escritura encontram-se muitos motivos para celebra esta data.

“Na primeira leitura, no Livro de Neemias, vemos como o povo de Israel, que há muitos anos não tinha a oportunidade de ouvir a Sagrada Escritura, reuniu-se à volta de Neemias, para escutar a Palavra de Deus. E isso produziu no povo uma grande alegria!”, disse.

De acordo com o pároco de Miranda do Douro, a Concatedral é o templo onde os católicos escutam a Palavra de Deus, uma Palavra que deve ser motivo de alegria, respeito e devoção.

“Quando escutamos a Palavra de Deus devemos dar-lhe toda a nossa atenção. E esta Palavra provém da igreja fundada por Jesus Cristo e continuada pelos seus apóstolos”, disse.

A celebração do 436º aniversário da Dedicação da Concatedral é entendida pelo pároco de Miranda do Douro, como uma data muito especial, pois segundo reza a história,
a vila de Miranda do Douro foi elevada a cidade e sede de diocese em 1545, pelo que se tornou necessária a edificação de um novo templo.

Assim, por ordem de D. João III, a construção da Sé de Miranda do Douro foi iniciada em 24 de maio de 1552.

A solenidade da Dedicação da Catedral e a Consagração do antigo Altar aconteceu em 1586, pelo que este ano se celebrou o 436º aniversário desta data.

A conclusão das obras da Sé de Miranda ocorreu no início do século XVII e o templo manteve o estatuto de sé episcopal até 1780, ano em que a sede da diocese foi transferida para Bragança, passando a designar-se de Diocese de Bragança e Miranda.

A partir daí, a Sé de Miranda passou a ser designada por Concatedral.

Atualmente, a diocese de Bragança-Miranda está em sede vacante, desde 14 de fevereiro de 2022, data em que o Colégio de Consultores elegeu monsenhor Adelino Paes para a administrar temporariamente.

HA

Deixe um comentário