Futsal: Mirandeses objetivos venceram o Vila Flor

À 4ª jornada do campeonato distrital de futsal, o Clube Desportivo de Miranda do Douro (CDMD) venceu o Centro Social e Paroquial Vila Flor (CSPVF), num jogo em que a maior capacidade física e objetividade dos mirandeses lhe valeu uma expressiva vitória por 6-2.

O inspirado, Nickas, fez o 2-0, num remate surpreendente junto à linha lateral.

No jogo realizado na sexta-feira, dia 11 de novembro, às 21h30, no pavilhão multiusos de Miranda do Douro, os mirandeses entraram determinados em assumir a iniciativa do desafio.

No entanto, os mirandeses confrontaram-se com a dificuldade de jogar contra com um adversário constituído por jogadores jovens e evoluídos tecnicamente.



O jogo começou a descomplicar-se para os mirandeses, aos 5 minutos, na sequência de uma falta não assinalada, que Ricky aproveitou para numa “biqueirada” de fora da área, fazer um primeiro golo do jogo (1-0).

No minuto seguinte, o Vila Flor respondeu com um remate ao poste da baliza mirandesa. Este lance deu confiança aos visitantes e aos 8 minutos, o guarda-redes mirandês, Pina, efetou duas grandes defesas consecutivas impedindo assim, o empate aos vilaflorenses.

Os mirandeses afastaram a pressão visitante aos 9 minutos, através de Nickas, que num remate surpreendente junto à linha lateral, dirigiu a bola para o fundo da baliza visitante, fazendo assim o 2-0.

O segundo golo desconcentrou os vilaflorenses que logo a seguir cometeram o erro de derrubar o mirandês, Ricky, dentro da área. Na conversão da grande penalidade, Castro, ampliou a vantagem para 3-0.

A equipa de Vila Flor conseguiu reerguer-se e aos 11 minutos, obrigou novamente o guardião Pina a aplicar-se para evitar o primeiro golo visitante.

E aos 16 minutos, os visitantes conseguiram mesmo chegar ao golo, através de João Lopes e assim reduziram a desvantagem para 3-1.

Antes do final da primeira parte, os vilaflorenses dispuseram de um penalti a seu favor, mas na conversão, Fernando, rematou ao lado da baliza mirandesa.

Após o intervalo, o técnico Vitor Hugo, como habitualmente faz, trocou de guarda-redes e para o lugar de Pina entrou Guilherme. E foi precisamente o recém-entrado Guilherme, que aos 25 minutos, ampliou a vantagem do Clube Desportivo de Miranda do Douro, para 4-1, na sequência de uma jogada em que avançou no campo.

Animados pela confortável vantagem, os mirandeses, voltariam a festejar segundos depois, graças a uma assistência de Nickas a Ricky, o que lhe permitiu fazer o 5-1.

O Vila Flor reagiu e aos 26 minutos testou a atenção defensiva de Guilherme. No minuto seguinte, o vilaflorense, Quevin, insistiu e numa jogada individual, reduziu para 5-2.

O resultado final foi estabelecido por Nickas, aos 37 minutos, após uma receção da bola no ar, rodou sobre o adversário e rematou alto para fazer o 6-2.

A vitória expressiva dos mirandeses premiou a maior objetividade da equipa treinada por Vitor Hugo.

Por seu lado, a equipa de Vila Flor mostrou que tem jogadores evoluídos tecnicamente e que dificultaram bastante a vitória mirandesa.

Equipas

Clube Desportivo de Miranda do Douro: Pina, Renato, Couto (cap.), Vitó, David, Nickas, Ricky, Diogo, Guilherme, Gaby, Firmino. Castro e Rúben.

Treinador: Vitor Hugo

“Foi mais um grande jogo de futsal, em que entrámos muito determinados em pôr em prática as dinâmicas que treinámos durante a semana. Conseguimos chegar ao 3-0. E aí houve um ligeiro relaxamento da nossa parte, o que permitiu ao Vila Flor reduzir para 3-1. Ao intervalo, fizemos alguns ajustamentos, voltamos a assumir o controlo do jogo e voltamos a aumentar a vantagem. Realço que o Vila Flor é uma equipa que já tem tradição do futsal, aposta muito na formação e nos jovens jogadores do concelho. Há dois anos atrás competiram na III Divisão de futsal. ” – Vitor Hugo.

Centro Social e Paroquial de Vila Flor: Daniel, Veiga, Flávio, Quevin, Tiago, Fernando, José Pereira, Zé Manuel, Francisco e João Lopes.

Treinadores: Emílio Almendra e Rafael Pinheiro

“No jogo tivemos muita dificuldade em adaptarmo-nos às dimensões do campo, dado que o pavilhão é muito estreito. A nossa equipa é formada por jovens, muito bons executantes e que gostam de jogar com espaço. Hoje, tivemos muita dificuldade em realizar simples movimentos como o domínio de bola, também pela pressão constante da equipa de Miranda. Aqui, é muito difícil criar desequilíbrios. No lance do primeiro golo do Miranda foi muito difícil para os nossos jovens jogadores aceitar aquela decisão dos árbitros, dado que o nosso jogador estava no chão. Mesmo assim, quero dar os parabéns à equipa de Miranda pela vitória, pois foi mais competente do que nós” – Emílio Almendra.

Equipa de arbitragem

1º Árbitro: João Martins

2º Árbitro: Miguel Tronco

Cronometrista: Rui Domingues

4ª jornada – resultados

Águia FC Vimioso2-2EF Arnaldo Pereira (Bragança)
 CD Miranda Do Douro6-2CSP Vila Flor
 GD Torre Dona Chama0-4Sp. Moncorvo
 Alfandeguense2-5GD Sendim
Pioneiros Bragança4-5ACRD Ala

Classificação

PJVEDGMGSDG
1Sp. Moncorvo842202012+8
2CD Miranda Do Douro84220169+7
3Águia FC Vimioso842201915+4
4GD Sendim742111312+1
5GD Torre Dona Chama74211139+4
6EF Arnaldo Pereira (Bragança)742111211+1
7ACRD Ala441121415-1
8CSP Vila Flor341031520-5
9Alfandeguense341031121-10
10Pioneiros Bragança04004615-9

Próxima jornada (18/11/2022)

ACRD AlavsÁguia FC Vimioso
 Arnaldo Pereira (Bragança)vsCD Miranda Do Douro
 Sp. MoncorvovsPioneiros Bragança
 GD SendimvsGD Torre Dona Chama
 CSP Vila FlorvsAlfandeguense

Deixe um comentário