Miranda do Douro: “Castro de São João das Arribas pode ser um antigo povoado histórico” – Mónica Salgado, arqueóloga.

No dia 4 de novembro, foi apresentada na Biblioteca Municipal, António Maria Mourinho, em Miranda do Douro, a exposição de arqueologia “Castro de São João das Arribas”, que consiste numa coleção de objetos arqueológicos encontrados no antigo povoado dos séculos III d. C e IX d. C, em Aldeia Nova.

De acordo com a arqueóloga Mónica Salgado, a exposição sobre o “Castro de São João das Arribas” é o culminar de um trabalho de quatro anos, iniciado em 2016 e concluído em 2019, e que contou com o apoio do município de Miranda do Douro, da Freguesia de Miranda do Douro, da associação Palombar e da população de Aldeia Nova.

Aquando da inauguração da exposição, na tarde do dia 4 de novembro, o vice-presidente do município de Miranda do Douro, Nuno Rodrigues, agradeceu o trabalho arqueológico realizado no Castro de São João das Arribas, um local que está classificado como monumento nacional desde 1910.

Por sua vez, a arqueóloga, Mónica Salgado, indicou que entre 2016 e 2019, foram identificados inúmeros vestígios arqueológicos no Castro de São João das Arribas, tais como epígrafes, cerâmicas, estelas funerárias romanas, aparos, pregos, moedas, colares, entre outros objetos.

“Estou convencida que o Castro de São João das Arribas é uma antiga ‘Citânia de briteiros’, isto é, trata-se das ruínas de um povoado da época da Alta Idade Média. E se este local for devidamente estudado e divulgado poderá ser um importante centro de interesse histórico e turístico para o concelho de Miranda do Douro”, disse.

O trabalho de pesquisa arqueológico contou com a colaboração da Palombar – Conservação da Natureza e do Património Rural, que angariou voluntários de vários países, para participar nas escavações no Castro de São João das Arribas, em Aldeia Nova.

Américo Guedes, da Palombar, agradeceu o acolhimento da população local aos voluntários e sublinhou que o trabalho arqueológico é um instrumento importante para conhecer a história e valorizar o património local.

“Gostaríamos de continuar a colaborar neste projeto de investigação arqueológica, em colaboração com a arqueóloga Mónica Salgado”, disse.

Após estas introduções, seguiu-se uma visita guiada à exposição de arqueologia “Castro de São João das Arribas”. que vai estar em exibição até ao dia 30 de dezembro, na Biblioteca Municipal António Maria Mourinho, em Miranda do Douro.

HA

Deixe um comentário