Miranda do Douro: Apresentação do livro “Artes e Ofícios Ancestrais”

No dia 28 de janeiro, foi apresentado na Biblioteca Municipal António Maria Mourinho, em Miranda do Douro, o novo livro de Mónica Ferreira sobre os antigos ofícios e profissões.

Em 2014, Mónica Ferreira, estava a realizar um trabalho de investigação sobre as minas de São Martinho de Angueira, a terra natal do pai e inspirada pelo ofício dos mineiros, começou a registar por escrito as profissões que existiam antigamente.

Uma dessas profissões, que ainda hoje lhe desperta saudades, era a do bibliotecário itinerante da Fundação Gulbenkian, que visitava as aldeias numa carrinha vermelha.

“Foi através da biblioteca itinerante da Gulbenkinan que eu tive contacto com os primeiros livros. E recordo que o senhor bibliotecário era uma pessoa simpática, interessante e que se relacionava muito bem com o público”, recordou.

No livro “Artes e Ofícios Ancestrais”, a escritora faz uma breve descrição de cada umas das antigas profissões, através duma quadra e a ilustração da autoria de Rosa Rufino.

De acordo com a autora, o livro “Artes e Ofícios Ancestrais” é também lúdico, pois permite a quem escuta as cerca de 70 quadras, tentar adivinhar qual é a profissão ou ofício em questão.

Os textos do novo livro estão escritas em português e mirandês, com o objetivo de preservar e divulgar a língua mirandesa.

“Artes e Ofícios Ancestrais” é o terceiro livro de Mónica Ferreira. Anteriormente, a escritora já havia publicado o livro “Jogos tradicionais das Terras de Miranda” e também a obra “Uma noite de serão à luz da candeia”.

A apresentação do livro “Artes e Ofícios Ancestrais”, contou com a participação da presidente da Câmara Municipal de Miranda do Douro, Helena Barril, que sublinhou que é sempre importante apoiar os autores locais e publicitar as obras literárias.

Sobre o livro de Mónica Ferreira, a autarca de Miranda do Douro, mostrou-se muito agradada com o trabalho de pesquisa das antigas profissões, que evoca a infância de tantas pessoas, sobretudo no mundo rural.

“Este livro é uma memória viva de alguém que conheceu todas estas profissões e por isso, é um legado para que as gerações mais novas conheçam profissões que já não existem e outras que ainda perduram”, disse.

A apresentação da obra, escrita em português e mirandês, coincidiu com o 23º aniversário do Reconhecimento Oficial dos Direitos Linguísticos da Comunidade Mirandesa. A este propósito, Helena Barril, acrescentou que é intenção do município fazer com que o mirandês continue “vivo e ativo”, quer na literatura, quer na oralidade.

HA

2 comentários em “Miranda do Douro: Apresentação do livro “Artes e Ofícios Ancestrais””

  1. Sou um apaixonado pelas terras quentes transmontanas.
    Gostava de obter um exemplar para ler e oferecer à Associação a que pertenço.
    Obrigada pela atenção.

    Responder

Deixe um comentário