Natação: Seleção nacional de Natação Artística conclui estágio em Miranda do Douro

A seleção nacional de Natação Artística termina esta sexta-feira, dia 20 de maio, o estágio de quatro dias (17 a 20 de maio) na piscina municipal coberta de Miranda do Douro, uma estadia que segundo o vice-presidente do município teve por objetivo incentivar as crianças e jovens do concelho a procurarem a excelência na prática desportiva.

Após os estágios das seleções jovens de voleibol em Miranda do Douro, Nuno Rodrigues enalteceu o trabalho dos técnicos desportivos que trabalham na autarquia atribuindo-lhes o mérito da vinda da seleção nacional de Natação Artística.

“Graças ao trabalho e à dedicação dos nosso técnicos estamos a conseguir atrair a vinda das seleções nacionais para a realização de estágios em Miranda do Douro. Recordo que após a presença das seleções jovens de voleibol, agora é a vez da seleção nacional de natação artística”, destacou.

Sobre a estadia das jovens atletas de natação artística – escalões infantis, juvenis e juniores, duetos femininos e mistos -Nuno Rodrigues, como responsável pelo pelouro do desporto, indicou que a autarquia de Miranda do Douro assume os encargos do alojamento no centro de formação de Malhadas, do transporte e da alimentação.

“Com a presença das seleções nacionais a Miranda do Douro queremos motivar as nossas crianças e jovens a procurar a excelência na prática desportiva, seja na natação, no voleibol ou noutra modalidade desportiva”, justificou.

Na quinta-feira, dia 19 de maio, ao final da tarde (18h00), as jovens atletas nacionais presentearam a população de Miranda do Douro com uma prova de simulação artística.

A treinadora da federação nacional de natação artística, Rita Varandas disse que o estágio em Miranda do Douro serve de preparação para o campeonato nacional e para o campeonato europeu de juniores, agendado para junho, em Alicante (Espanha).

“A natação artística consiste num conjunto de movimentos sincronizados na água, a solo, entre duetos, equipas ou esquemas combinados, com acompanhamento musical”, explicou.

Sobre a estadia em Miranda do Douro, Rita Varandas realçou o modo como a seleção nacional de natação artística foi muito bem acolhida em Miranda do Douro e destacou a beleza da cidade.

“A natação artística consiste num conjunto de movimentos sincronizados na água, a solo, entre duetos, equipas ou esquemas combinados, com acompanhamento musical”, explicou.

HA

Futebol: Sendineses conquistaram a Taça Distrital

Futebol: Sendineses conquistaram a Taça Distrital

O Estádio Municipal de Santa Luzia, em Miranda do Douro, foi o palco da final da Taça Distrital, realizada no Domingo, dia 1 de maio, e no confronto entre o Bragança – já campeão – e o Grupo Desportivo de Sendim, os sendineses ganharam por 0-1, graças à força de vontade e ao impressionante apoio dos seus adeptos.

O Grupo Desportivo Sendim conquistou a sua terceira Taça Distrital, ao vencer o Bragança, por 0-1, no estádio Municipal de Santa Luzia, em Miranda do Douro.

O Bragança, já campeão, entrou autoritário no jogo e logo aos 2 minutos efetuou o primeiro remate para defesa atenta do guarda-redes sendinês, Armando.

Aos cinco minutos, o Sendim conseguiu libertar-se da pressão brigantina e num a incursão pelo lado direito, o lateral, Rodrigo, foi derrubado por um opositor do Bragança, mas o árbitro nada assinalou.

No seguimento desta jogada, o Bragança saiu em contra-ataque rápido e levou a bola a embater na base do poste de Armando.

Nestes minutos iniciais, a equipa brigantina esteve melhor, revelou maior solidez e confiança na posse e troca da bola. Do outro lado, o conjunto do Sendim tardou algum tempo em acertar com as marcações e revelou alguma desorientação defensiva, também justificada pela ausência de habituais titulares como o central, Valentim.

Aos 16 minutos, o Bragança rematou de novo com Armando a opor-se bem.

Os sendineses responderam ao minuto 26′, Lorenzo, a jogar no flanco esquerdo e após combinações com os companheiros Diego e Bruno, efetuou o primeiro remate à baliza brigantina.

Esta jogada deu confiança aos avançados sendineses e passados três minutos, aos 29′, o perigoso avançado, Bruno, numa das suas habituais arrancadas em velocidade, entrou na área bragançana e efetuou um primeiro remate que foi interceptado pela defesa adversária, mas na recarga, o próprio Bruno, atento e ágil, rematou para golo (0-1).

O golo deu muita confiança aos sendineses, que apoiados pelo muito público que encheu por completo o estádio Santa Luzia, em Miranda do Douro, fizeram da final da Taça Distrital, uma verdadeira tarde de festa.

Aos 29′, o perigoso avançado, Bruno, numa das suas habituais arrancadas em velocidade, entrou na área bragançana e efetuou um primeiro remate que foi interceptado pela defesa adversária, mas na recarga, o próprio Bruno, atento e ágil, rematou para golo (0-1).

Em vantagem no marcador, o Sendim, conseguiu serenar o jogo, a defesa conseguiu acertar com as marcações aos avançados do Bragança e sempre que surgia a oportunidade colocava a bola em Diego e Bruno, os jogadores mais avançados do Sendim.

Aos 38′, Bruno conseguiu uma vez mais superiorizar-se à defesa brigantina, mas o remate final saiu enrolado e sem direção.

Antes do intervalo, o Bragança rematou pela terceira vez à baliza de Armando, para nova defesa segura do experiente guardião do Sendim, que deu muita segurança à sua equipa.

Os sendineses foram para o intervalo com a vantagem de 0-1.

Na segunda-parte, o Bragança como lhe competia reentrou à procura do golo. Aos 55´, Licha rematou de longe mas a bola saiu por alto da baliza sendinesa.

Aos 59´, o guardião sendinês, Armando, saiu atempadamente da baliza para cortar uma jogada de muito perigo dentro da sua área.

Com o passar dos minutos e sem chegar ao golo, os campeões distritais mostraram alguma ansiedade e frustração e foram perdendo o discernimento na construção das jogadas.

O Sendim continuou a defender com solidez e muita entreajuda entre os seus jogadores. Destaque para grande jogo de Edilzo, um central adaptado, mas muito rápido e abnegado e que raramente falhou. E para o incansável Tiago, que no combate do meio-campo, colocou muita raça e pressão nos adversários dificultando-lhes a construção de jogo.

Os sendineses conseguiram assim segurar a vantagem de 0-1 até ao apito final. E a conquista desta terceira Taça Distrital pelo Grupo Desportivo de Sendim deve-se muito ao impressionante apoio do público, que encheu por completo o estádio Santa Luzia, em Miranda do Douro.

HA

Futebol: Empate entre a experiência e a irreverência

Futebol: Empate entre a experiência e a irreverência

Na edição 2021/22 do campeonato distrital, a equipa do Grupo Desportivo Sendim, apresentou-se aos seus adeptos, defrontando o Águia Futebol Clube de Vimioso e o resultado final foi um empate a dois golos (2-2).

Na tarde de Domingo, dia 10 de outubro, o Estádio Valentim Guerra, em Sendim, acolheu o jogo da segunda jornada do campeonato distrital, que opôs o anfitrião, Sendim, ao visitante, Vimioso. Num jogo que nem sempre foi bem jogado, acabou por destacar-se pela competitividade e a emoção que durou até ao final.

Na primeira parte, os sendineses quiseram assumir o controlo do jogo e foram-no conseguindo, mas sem resultados práticos. Nas ocasiões em que lograram aproximar-se da baliza do Vimioso, os remates finais foram desenquadrados ou então frouxos.

Aos 20′ minutos, o Sendim sofreu uma contrariedade e viu-se obrigado a substituir o capitão Pedro Ribeiro, devido a lesão.

Na primeira vez que o Vimioso se aproximou da baliza do Sendim, inaugurou o marcador. Foi na sequência de um passe longo e diagonal para as costas da defesa sendinesa, ao qual o capitão vimiosense, Luisinho, recebeu bem a bola e atrasou-a para trás, para o remate forte e indefensável de Mendi (0-1).

Até ao final, da primeira parte, o jogo continuou muito combativo mas sem novas oportunidades de golo para qualquer das equipas.

Após o intervalo, o Vimioso fez duas substituições dando mais frescura e músculo ao meio campo. Por seu lado, o Grupo Desportivo Sendim reentrou no jogo determinado a inverter o resultado e jogador mais inconformado foi o atacante Bruno.

Mas quando o Sendim procurava o golo da igualdade, eis que o Vimioso ampliou a vantagem com um grande golo, aos 67′ minutos. Na melhor jogada do desafio, o recém-entrado Edilson, executou desde o meio-campo, um passe que desmarcou o companheiro, Júnior, e este ao entrar no vértice da área adversária, pelo lado direito, rematou forte e colocado para o fundo da baliza de Armando (0-2).

Até aqui, a vantagem do Vimioso deveu-se à força, à energia e á irreverência da sua jovem equipa.

No entanto, quem pensava que o resultado estava feito, enganou-se. Aos 78’m, na sequência de um livre direcionado para a área do Vimioso, o guarda-redes, Hugo, intercetou mal a bola e na recarga, Luan, do Sendim, reduziu para 1-2. O golo animou os jogadores sendineses e os muitos adeptos presentes nas bancadas do estádio Valentim Guerra. Este entusiasmo fez com que a jovem equipa do Vimioso recuasse muito no campo.

O Sendim reduz para 1-2.

Nos minutos finais de compensação, o Sendim conseguiu chegar ao empate, na sequência de uma grande penalidade. Após um lançamento lateral, Giovane pendura-se num avançado do Sendim e derruba-o. Na conversão do penalty, o avançado Diego, fez o 2-2 final.

Nos descontos, o GD Sendim conseguiu chegar ao empate final 2-2.

Equipas:

G. D. Sendim: Armando; Iuri; Rhuan; Valentim; Ribeiro (cap.); Leandro; Cipriano; Genê; Diego; e Bruno.

Suplentes: Bruno; Beto; Quitério; Leonel; e Luan.

“Foi um jogo difícil, competitivo, estivemos em desvantagem no marcador por 0-2 e conseguimos recuperar e empatar. Pelas circunstâncias do jogo, este empate deixa-nos satisfeitos, mas também é frustrante não ganhar os três pontos em casa.”

Treinador: André Irulegui

A.F. C. Vimioso: Hugo; Zanella; Mario; Luisinho (cap.); Mamadou; Filipe Branco; João Pereira; Diogo; Maicon; Mendi; e Gustavo.

Suplentes: Daniel; Júnior; Filipe; Edilson; Giovane; e David Moura

“Fizemos um jogo inconstante, com períodos bons e outros maus. No jogo jogado fomos melhores. Mas depois, com a pressão, a jovem equipa recuou para dentro da área. Os golos do Sendim surgem de erros nossos.”

Treinador: Eurico Martins

Árbitro: Paulo Silva

Árbitros assistentes: João Parreira e Lilia Martins

HA


JORNADA 2

10/10Torre Moncorvo0-0GD MirandêsFG
 Carção2-1AE Africanos BragançaFG
 Minas Argozelo0-0FC VinhaisFG
 Rebordelo6-0Vila Flor SCFG
 GD Sendim2-2Águia FC VimiosoFG
24/10Bragança15:00Carrazeda de Ansiães

CLASSIFICAÇÃO

PJVEDGMGSDG
1Rebordelo6220070+7
2Carção6220051+4
3GD Mirandês4211050+5
4GD Sendim4211073+4
5Bragança3110020+2
6FC Vinhais1201101-1
7Minas Argozelo1201105-5
8Torre Moncorvo11010000
9Águia FC Vimioso1201124-2
10AE Africanos Bragança0100112-1
11Carrazeda de Ansiães0100103-3
12Vila Flor SC02002111-10

JORNADA 3

17/10GD MirandêsvsCarção
 Carrazeda de AnsiãesvsAE Africanos Bragança
 FC VinhaisvsTorre Moncorvo
 Vila Flor SCvsMinas Argozelo
 Águia FC VimiosovsRebordelo
 BragançavsGD Sendim