Vimioso: Estão abertas as inscrições para o curso superior em Termalismo e Bem-estar

O Instituto Politécnico de Bragança (IPB), em parceria com o município de Vimioso, estão a preparar o curso técnico superior em Termalismo e Bem-Estar, cujas inscrições continuam a decorrer neste mês de setembro.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Vimioso, Jorge Fidalgo, esta oportunidade formativa em Termalismo e Bem-Estar, resultou de uma proposta da autarquia vimiosense ao IPB, dado que as Termas da Terronha, em Vimioso, recebem regularmente alunos estagiários de um curso já existente, em Chaves.

“Apresentámos a proposta para que o curso se realize em Vimioso, dado que temos instalações para a realização da componente prática, os estágios, e também para a formação teórico-científica”.

A realização do curso técnico em Termalismo e Bem-Estar está agora dependente do número de inscrições, que deverá ter pelo menos 18 a 20 inscritos.

“O IPB aceitou a nossa proposta. E o curso superior profissional em Termalismo e Bem-Estar vai funcionar, se houver o número mínimo de inscrições”, disse o autarca.

No decorrer do curso, para além da formação prática, nas Termas da Terronha, os alunos vão ter a formação teórico-científica.

Sobre a ministração do curso, Jorge Fidalgo, adiantou que a Câmara Municipal de Vimioso vai prestar todo o apoio logístico necessário, como o transporte dos alunos da vila para as instalações das Termas da Terronha. Relativamente à formação teórica, em contexto de sala de aula, o autarca de Vimioso, assegurou que o município vai disponibilizar espaços para ministrar a parte teórica do curso.

Jorge Fidalgo, adiantou ainda que o município de Vimioso está disponível para ajudar os alunos inscritos no curso profissional, a encontrar alojamento e que se for necessário, poderão reativar a antiga residência de estudantes, em Vimioso.

Dado que as inscrições decorrem até ao dia 31 de agosto, o município de Vimioso, está agora a divulgar o curso superior em Termalismo e Bem-estar com a esperança de alcançar o número mínimo de inscrições para a realização do curso.

Podem inscrever-se no curso em Termalismo e Bem-Estar quem tenha concluído o ensino secundário; as pessoas com mais de 23 anos que tenham sido aprovadas para frequentar o ensino superior; os titulares de um diploma de especialização tecnológica; os titulares de um diploma de técnico superior profissional ou de um grau de ensino superior que pretendam a sua requalificação profissional.

Segundo o presidente da Câmara Municipal de Vimioso, “este curso é uma excelente oportunidade para quem terminou o 12º ano. E é também uma boa porta de entrada para uma futura licenciatura na área da saúde”, indicou.

O diploma de Técnico Superior em Termalismo e Bem-Estar é atribuído após um cilclo de estudos de 120 créditos. A componente geral e científica compreende 24 créditos, a componente técnica tem 66 créditos e à componente prática, em contexto de trabalho, correspondem 30 créditos.

Entre outras valências, a formação em Termalismo e Bem-Estar tem por objetivo preparar os formandos para desempenharem várias funções, tais como planear e assegurar a realização de técnicas termais, técnicas de massagem, estética e bem-estar, utilizando os meios técnicos e equipamentos de acordo com as necessidades e especificidades dos utentes.

O autarca de Vimioso concluiu dizendo que “para muitos alunos é mais vantajoso vir estudar Termalismo e Bem-estar, em Vimioso, do que ir para Chaves, dada a maior distância geográfica e os custos do alojamento e de transporte”.

Deixe um comentário