Ucrânia: Federação Portuguesa de Voleibol disposta a acolher atletas ucranianos

A Federação Portuguesa de Voleibol (FPV) anunciou que está disponível para “receber, a custo zero”, atletas e seleções da Ucrânia, para que possam continuar a preparação para os compromissos que se avizinham.

A FPV propôs à congénere ucraniana acolher as duplas de praia e as seleções nacionais de pavilhão de sub-17, feminina, e sub-18, masculina, para que possam preparar condignamente a segunda ronda de qualificação para os respetivos campeonatos da Europa.

No caso do voleibol de praia, as duplas ucranianas poderão treinar com as equipas portuguesas no centro de alto rendimento de Cortegaça, durante o tempo que necessitarem, assumindo a FVP “os custos relativos ao alojamento e à alimentação, bem como dos transportes internos”.

O gesto solidário da FPV, que se manifestou, em comunicado, “profundamente constrangida com a situação difícil que o povo ucraniano enfrenta”, conta com a colaboração e o apoio dos municípios de Miranda do Douro e Torre de Moncorvo.

Relativamente a outro tipo de parcerias com as demais seleções ucranianas, a FPV refere que “estará sempre disponível para poder colaborar, num futuro próximo e de acordo com as necessidades” da sua congénere ucraniana.

A Rússia lançou a 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já causou pelo menos 549 mortos e mais de 950 feridos entre a população civil e provocou a fuga de 4,5 milhões de pessoas, entre as quais 2,5 milhões para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

Fonte: Lusa

Deixe um comentário