Turismo: Terras de Terras-os-Montes no circuito internacional da aventura e natureza

Os nove concelhos das Terras de Trás-os-Montes passam a integrar o circuito internacional das provas de resistência e aventura Norcha, com um festival que junta perto de uma centena de praticantes de 20 países, divulgou a organização.

O Festival de Turismo de Natureza Norcha Terras de Trás-os-Montes decorre entre 23 e 26 de setembro, com provas de desafio extremo durante quatro dias non-stop (sem parar) pelos concelhos de Bragança, Alfândega da Fé, Mirandela, Macedo de Cavaleiros, Vinhais, Vimioso, Vila Flor, Miranda do Douro e Mogadouro.

Com a organização deste evento, a Comunidade Intermunicipal (CIM) das Terras de Trás-os-Montes pretende “impulsionar e afirmar o território no panorama internacional como um destino de Natureza e Aventura, de eleição de topo“, explicou em comunicado.

O Norcha é um evento multidesportivo que engloba provas de desafio extremo e o festival que decorre nas Terras de Trás-os-Montes está integrado no Circuito Europeu AR EuroSeries, segundo a promotora.

Durante os quatro dias, o festival junta cerca de uma centena de participantes de 20 países que vão participar integrados em equipas mistas.

“Estas pessoas propõem-se conhecer este território percorrendo uma distância aproximada de 500 quilómetros, no máximo de quatro dias non-stop, 96 horas, a desafiar os limites“, descreve a organziação.

A rota cruza a região das Terras de Trás-os-Montes e tem o seu início em Bragança, na quinta-feira, com passagem pelos nove concelhos da CIM, onde estão instaladas zonas de transição (mudança de atividade) e pontos de controlo identificados para visita durante a travessia.

Como é características destas provas de superação humana, as equipas têm que definir e encontrar a melhor via ou trilho para atingir cada objetivo, segundo a CIM.

A progressão das equipas pelo território será monitorizada através de um sistema de”GPS live tracking“, permitindo o acompanhamento contínuo, bastando para este efeito ter o acesso à internet, por via de computador ou dispositivos móveis, proporcionando uma interatividade global.

Este projeto é cofinanciado pelo NORTE 2020, através do Portugal 2020 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, e surge na sequência da elaboração da Carta de Desporto de Natureza Intermunicipal.

Esta carta identifica as principais potencialidades do território neste campo e as modalidades a desenvolver, nomeadamente BTT, desportos náuticos e radicais e que vão estar em destaque durante os quatro dias do Festival de Desporto de Natureza.

Para a CIM, esta é “uma forma de impulsionar a sua prática, afirmando as potencialidades do território neste campo e contribuindo para dinamização do turismo de natureza e aventura nas Terras de Trás-os-Montes“.

Fonte: Lusa

Deixe um comentário