Turismo: Inaugurada a rota turística entre Miranda do Douro e a Guarda pela EN 221

Foi inaugurada uma rota turística através da Estrada Nacional 221 (EN 221) que liga as cidades de Miranda do Douro e da Guarda e que atravessa seis concelhos do Douro Superior e da Beira Interior, esta é uma iniciativa do Clube Escape Livre.

“A ideia desta rota passa por unir estes seis concelhos ao nível das suas tradições culturais ou dos seus monumentos e dar a conhecer todo o seu potencial paisagístico, já que ao longo deste percurso existe uma excelente rota de miradouros, principalmente, no troço de estrada que serpenteia do rio Douro”, explicou Luís Coelho, diretor criativo do Clube Escape Livre.

Outro dos objetivos desta nova rota turística da EN 211 passa por promover o potencial gastronómico dos seis concelhos que constituem este percurso que une dois territórios com “características singulares”.

“Todas as informações para quem pretenda percorrer a rota turística da EN 221 estão disponíveis no sítio www.escapelivre.com, e quem o entender poderá descarregar os mapas dos percursos nos telemóveis para seguir a rota do princípio ao fim”, explicou o responsável pelo clube automóvel.

A rota turística abrange os municípios de Miranda do Douro [onde fica o marco do quilómetro 0], Mogadouro e Freixo de Espada à Cinta, no distrito de Bragança, e Figueira de Castelo Rodrigo, Pinhel e Guarda, no distrito da Guarda, com uma extensão de cerca de 184 quilómetros.

Na cerimónia de abertura desta rota marcaram presença os responsáveis autárquicos dos seis concelhos que fazem parte da Rota da EN 221, que destacaram por unanimidade as belezas naturais e o potencial turístico de todo o percurso.

“Ter em Miranda do Douro o quilómetro 0 deste percurso é algo magnífico. Hoje, tenho a certeza de que vamos dar início a um percurso que vai projetar esta rota do interior para um patamar superior. Se tivermos em conta que esta rota da EN 221 atravessa seis municípios, também chama a atenção para as vicissitudes de cada um dos concelhos e para o que temos de magnífico em cada um deles”, vincou a autarca de Miranda do Douro, Helena Barril, que foi a anfitriã da cerimónia inaugural desta nova rota turística.

Por seu lado, o presidente da Câmara de Pinhel, Rui Ventura, disse que cada vez mais as pessoas procuram este tipo de oferta turística.

“A EN 221 é uma estrada com muitas especificidades e com características únicas, com a ligação à Estrada Nacional (EN 2) que atravessa Portugal de norte a sul”, enfatizou o autarca beirão.

Este percurso tem ainda “grande potencial” no campo ecoturístico, já que atravessa três região vitivinícolas de Trás-os-Montes, Douro e Beira Interior e um conjunto de aldeias históricas.

A rota da EN 221 hoje lançada pelo Clube Escape Livre, que tem sede na Guarda, insere-se no projeto das “Rotas de Portugal”, que envolve as principais Estradas Nacionais que estão relacionadas com a cidade mais alta do país.

Este Clube também já havia inaugurado a rota turística da Estrada Nacional 18 (EN18) entre Guarda e Ervidel (Alentejo) que está integrada no projeto “Rotas de Portugal” e pretende atrair turistas para o território.

 A rota “EN18 – Da Serra à Planície” pretende levar os turistas a percorrer os 388 quilómetros de extensão da EN18, que é “a segunda Estrada Nacional mais extensa do país”.

Outro dos percursos turísticos anunciados é a ligação através da Estrada Nacional (EN 17) que começa em Coimbra e termina em Celorico da Beira, no distrito da Guarda.

Fonte: Lusa

Deixe um comentário