Reportagem: King of Portugal regressa a Vimioso

Após três anos de interrupção, Vimioso volta a receber o King of Portugal, uma prova motorizada de todo-o-terreno que põe em competição equipas nacionais e estrangeiras e atrai milhares de visitantes, entre os dias 15 a 17 de outubro.

O prólogo decorre na tarde de sexta-feira, dia 15 de outubro.

De acordo o organizador da prova, o Clube Norte X4, a edição deste ano do King of Portugal é como um “recomeço” após a interrupção forçada da prova nos últimos três anos.

Segundo o diretor da prova, José Rui Santos, o concelho de Vimioso tem ótimas condições naturais para a realização desta competição desportiva, que testa à força motriz dos veículos e a destreza e inteligência dos pilotos.

A história desta competição em Vimioso, iniciou-se em 2013, pela mão de José Rui Santos. Após participar na organização da maior prova de todo-o-terreno nos E.U.A., o ex-piloto, pensou fazer uma competição motorizada semelhante, em Portugal. “Houve quem achasse que era impossível organizar uma prova destas em Portugal e ainda mais no interior do país. Mas foi possível! E em 2019, a prova King of Portugal recebeu mesmo a distinção de melhor e maior prova europeia de todo-o-terreno”, sublinhou.

Na perspetiva deste responsável, o sucesso do King of Portugal deve-se principalmente ao trabalho desenvolvido pela equipa organizadora. “Esta equipa reúne ex-pilotos de todo-o-terreno, que continuam a ter uma paixão por esta modalidade desportiva motorizada”, enalteceu. Outro contributo importante para o êxito da prova são os apoios internacionais, vindos dos competidores espanhóis, ingleses e americanos que fazem questão de participar na prova de Vimioso.

“O sucesso do King of Portugal deve-se ao trabalho desenvolvido pela equipa organizadora que reúne ex-pilotos de todo-o-terreno e que continuam a ter uma paixão por esta modalidade desportiva motorizada.” – José Rui Santos, organizador da prova.

A comitiva

A edição 2021 do King of Portugal traz a Vimioso cerca de meio milhar de pessoas, entre pilotos e membros da organização.

“A comitiva deste ano é mais pequena do que nas edições anteriores, dado que muitas equipas estrangeiras decidiram não regressar este ano, ainda por causa da pandemia”, disse.

E por falar em pandemia, para que a prova decorre sem problemas, a organização vai implementar um plano de modo a manter a segurança sanitária entre todos os participantes.

Segundo a organização, na edição 2021 do King Of Portugal vão participar 45 pilotos, nacionais e estrangeiros, de países como Espanha, França, Suíça, Alemanha, Holanda, Inglaterra, Malta e Israel.

O piloto português Miguel Guimarães, que se sagrou campeão europeu em 2015, ao referir-se à prova em Vimioso foi perentório ao afirmar: “Esta é a prova que ninguém quer perder, não só os pilotos portugueses, mas também os estrangeiros. Todos os pilotos de todo-o-terreno querem participar nesta prova!”

De acordo com o piloto português, a localização da prova e as caraterísticas do terreno oferecem condições ideais para a realização de uma grande prova de todo-o-terreno.

“Esta é a prova que ninguém quer perder, não só os pilotos portugueses, mas também os estrangeiros. Todos os pilotos de todo-o-terreno querem participar nesta prova!” – Miguel Guimarães, piloto

O planeamento da prova

O planeamento do King of Portugal é um trabalho que exige estudo e pesquisa. Segundo, José Rui Santos, para a realização deste trabalho são necessários mapas e a visualização de vídeos de outras provas motorizadas, para daí retirar ideias. A par deste trabalho, há também que estar atualizado e acompanhar as tendências no setor automóvel todo-o-terreno, como os melhoramentos ao nível de suspensões, dos pneus, etc.

Depois do planeamento feito em casa, chega o momento de ir para o terreno para aí procurar e definir o traçado da prova. “Há obstáculos no traçado da prova de Vimioso que são inspirados noutras provas”, revelou.

Vão participar na edição 2021 do King Of Portugal 45 pilotos, nacionais e de países como Espanha, França, Suíça, Alemanha, Holanda, Inglaterra, Malta e Israel.

As etapas

O King of Portugal arranca às 14h00 de sexta-feira, dia 15 de outubro, com a realização do prólogo.

A primeira etapa do King of Portugal 2021 vai realizar-se na manhã de sábado, com os pilotos a percorrer uma zona de saltos e mudanças rápidas de direção. Segundo o organizador “é uma prova técnica de velocidade”, descreveu.

A segunda etapa, está programada para a tarde de sábado e consiste num prova de trial, que vai obrigar os pilotos à transposição de obstáculos e pedras.

Na manhã de Domingo vai realizar-se a terceira e última etapa, mista, que inclui uma prova rápida e uma transposição de obstáculos.

Como já vem sendo hábito, o circuito da prova em Vimioso, destaca-se pela zona da pedreira e também pela área dos “ovos de dinossauro”, uma zona com grandes pedras que exigem grande destreza aos pilotos.

Segundo a organização, em cada dia da prova são esperadas duas e três mil pessoas. O preço dos bilhetes é de 10 euros para os três dias da prova. Para quem só pretenda assistir à etapa final de Domingo, o preço do bilhete é de cinco euros.

Os benefícios para Vimioso

A organização do King of Portugal 2021 conta com o apoio município de Vimioso. O investimento nesta prova de todo-o-terreno ronda os 120 mil euros, que são suportados pelo município, pela empresa organizadora e pelos patrocinadores.

Segundo o vice-presidente da Câmara Municipal de Vimioso, António Santos, esta prova motorizada de todo-o-terreno é uma mais-valia para o concelho, porque tem muita visibilidade nacional e internacional. “Para aqueles que cá vivem e trabalham é sempre motivo de satisfação receber a visita de milhares de pessoas, portugueses e estrangeiros, no decorrer do King of Portugal. Com esta afluência de pessoas, as unidades hoteleiras, a restauração, o comércio local e os postos de abastecimento de combustíveis ganham um significativo impulso”, informou.

“Para aqueles que cá vivem e trabalham é sempre motivo de satisfação receber a visita de milhares de pessoas, portugueses e estrangeiros, no decorrer do King of Portugal.” – António Santos, vice-presidente da Câmara Municipal de Vimioso

HA

Deixe um comentário