PRR: Lista de verbas a aplicar em monumentos, museus, sítios e teatros

O Plano de Recuperação e Resiliência para a área da Cultura contará com 150 milhões de euros (ME) destinados ao património cultural, incluindo intervenções em 46 museus, palácios, monumentos e três teatros.

Os 150 milhões de euros para o património cultural serão repartidos pela requalificiação e conservação dos museus, palácios e monumentos (105 ME), pela requalificação de três teatros (43 ME) e pelo programa Saber Fazer (1,9 ME).

Segue-se a lista completa dos 46 edifícios, museus, monumentos, sítios arqueológicos e dos três teatros incluídos no plano de intervenção, e respetivas verbas, hoje anunciada pelo diretor-geral do Património Cultural, João Carlos Santos:

Casa Museu Anastácio Gonçalves (Lisboa) – 55.000 euros

Convento de Cristo (Tomar) – 4,4 ME

Forte de Sacavém (Loures) – 550.000 euros

Laboratório José de Figueiredo (Lisboa) – 1,1 ME

Laboratório de Arcociências (Lisboa) – 825.000 euros

Mosteiro da Batalha – 1,6 ME

Mosteiro de Alcobaça – 4,2 ME

Mosteiro dos Jerónimos (Lisboa) – 3,1 ME

Museu de Arte Popular (Lisboa) – 2,7 ME

Museu Monográfico de Conímbriga (Coimbra) – 5 ME

Museu Nacional de Arqueologia (Lisboa) – 24,5 ME

Museu Nacional de Arte Antiga (Lisboa) – 4,2 ME

Museu Nacional de Arte Contemporânea (Lisboa) – 1,8 ME

Museu Nacional de Etnologia (Lisboa) – 1,3 ME

Museu Nacional do Azulejo (Lisboa) – 4,2 ME

Museu Nacional do Teatro e da Dança (Lisboa) – 2,2 ME

Museu Nacional do Traje (Lisboa) – 6,2 ME

Museu Nacional dos Coches (Lisboa) – 214.500 euros

Picadeiro Real (Lisboa) – 550.000 euros

Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo (Évora) – 150.000 euros

Museu Nacional Grão Vasco (Viseu) – 726.000 euros

Museu Nacional Machado de Castro (Coimbra) – 1,5 ME

Museu Nacional da Música (em Lisboa, mas a instalar em Mafra) – 3,1 ME

Palácio Nacional de Mafra – 8,6 ME

Museu Nacional Soares dos Reis (Porto) – 1,1 ME

Palácio Nacional da Ajuda (Lisboa) – 3,7 ME

Panteão Nacional (Lisboa) – 946.000 euros

Torre de Belém (Lisboa) – 1,1 ME

Castelo de Guimarães – 495.000 euros

Concatedral de Miranda do Douro (Bragança) – 385.000 euros

Domus Municipalis de Bragança – 27.500 euros

Igreja de São Miguel – 308.000 euros

Mosteiro de São Martinho de Tibães (Braga) – 3 ME

Museu Alberto Sampaio (Guimarães) – 165.000 euros

Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa (Braga) – 456.500 euros

Museu de Lamego – 1 ME

Museu do Abade de Baçal (Bragança) – 412.500 euros

Museu dos Biscaínhos (Braga) – 1,1 ME

Paço dos Duques de Bragança (Guimarães) – 1,4 ME

Mosteiro de Santa Clara-a-Velha (Coimbra) – 1,8 ME

Museu José Malhoa (Caldas da Rainha)- 429.000 euros

Museu Regional de Beja – 2,6 ME

Sítio Arqueológico de São Cucufate (Vidigueira) – 214.500 euros

Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe (Vila do Bispo) – 104.500 euros

Fortaleza de Sagres (Vila do Bispo) – 621.500 euros

Ruínas de Milreu (Faro) – 495.000 euros

Teatro Nacional de São Carlos (Lisboa) – 27,9 ME

Teatro Camões (Lisboa) – 5,8 ME

Teatro Nacional D. Maria II (Lisboa) – 9,6 ME

Fonte: Lusa

Deixe um comentário