Miranda do Douro: “Este é o tempo oportuno para elevar Miranda” – Helena Barril

A candidata do PSD, Helena Barril, apresentou na tarde de Domingo, dia 30 de maio, a sua equipa e as razões da candidatura à Câmara Municipal de Miranda do Douro, afirmando que este é o momento para inverter a trajetória de perda demográfica e económica do concelho e elevar Miranda do Douro ao seu patamar de prestígio histórico e desenvolvimento social e económico.

Helena Barril com o presidente do grupo parlamentar do PSD, Adão e Silva

A apresentação pública da equipa de Helena Barril decorreu na Pousada Santa Catarina, em Miranda do Douro, e contou com o apoio do deputado e presidente do grupo parlamentar do PSD, Adão e Silva, que expressou assim a sua alegria pela presença em Miranda do Douro: “É uma honra estar aqui, na apresentação da Helena Barril à presidência da Câmara Municipal de Miranda do Douro. Ela é uma mulher desta terra, mãe, trabalhadora, perfeitamente integrada no concelho e que dedica a sua vida em favor das gentes de Miranda. O PSD orgulha-se muito de ter a Helena Barril como candidata, porque ela quer fazer mais e melhor por esta terra histórica.” Adão e Silva, referiu-se ainda à recente venda da concessão das barragens de Miranda do Douro e de Picote, e informou que o grupo parlamentar do PSD vai apresentar em breve, mais uma iniciativa para que o Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (IMT) reverta a favor do concelho de Miranda do Douro.

Nesta sessão pública, foi também apresentado o professor universitário Óscar Afonso, atual presidente da Cooperativa Ribadouro, como o eleito de Helena Barril para ser candidato à presidência da Assembleia Municipal de Miranda do Douro. Na sua intervenção, Óscar Afonso começou por agradecer o convite e alertou para a trajetória de perda que o concelho de Miranda do Douro continua a viver e que urge reverter, nomeadamente em termos demográficos e económicos. “Há cinco anos aceitei o desafio de dirigir a cooperativa Ribadouro, em Sendim, porque acredito que só gerando desenvolvimento económico se fixam as pessoas”, disse. Na governação da Cooperativa Ribadouro, Óscar Afonso, para além de atender à situação económica e financeira, definiu como estratégia investir para melhorar a qualidade do vinho e por essa via vender o vinho mais caro e pagar as uvas aos associados a melhor preço. “Mais e melhor atividade económica é crucial para inverter o ciclo de perda.”, explicou.

A mais esperada intervenção, a de Helena Barril, a candidata à presidência da Câmara Municipal de Miranda do Douro, começou por agradecer o apoio o PSD nacional, e também do CDS local à sua candidatura. “Somos uma candidatura assente num único pressuposto: acreditar em Miranda do Douro e nos mirandeses.”. Da sua equipa fazem parte Nuno Rodrigues e Vítor Bernardo, que lideram a candidatura “Tempo de Acreditar”.

A candidata social –democrata sublinhou que o foco da sua equipa é trabalhar pelo bem comum do concelho de Miranda do Douro. Para tal, Helena Barril vai focar a sua atenção na retoma económica e no apoio aos setores mais fragilizados com a pandemia. Aludiu, por isso, às recentes reuniões com a Santa Casa da Misericórdia, as Associações Humanitárias dos Bombeiros e a Associação Comercial onde teve conhecimento da situação em que vivem as instituições e empresas. Também aos funcionários da Câmara Municipal de Miranda do Douro, Helena Barril, dirigiu uma palavra de ânimo e de “liberdade”.

No que diz respeito ao governo do concelho de Miranda do Douro, Helena Barril, mostrou-se muito assertiva ao afirmar que a gestão dos dinheiros públicos deve ser realizada com rigorosa “seriedade, total transparência e em prol de todos”.

Entre as medidas que quer implementar no governo da autarquia local, Helena Barril, deu como exemplo, a receita do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) que planeia canalizar para o apoio ao comércio tradicional.  “Os munícipes ao apresentarem o comprovativo de pagamento do IMI, vão receber um vale ou cheque com determinado valor (voucher), que pode ser usado para comprar qualquer produto ou serviço, no comércio local de Miranda do Douro”, avançou.

À medida que a pandemia for sendo mitigada, Helena Barril espera que aconteça a revitalização económica do concelho. Para impulsionar este desenvolvimento, a sua candidatura pretende criar um programa de incentivo à criação de emprego, segundo o qual as empresas vão poder beneficiar do apoio da autarquia com os custos e os encargos da Segurança Social, durante um determinado período de tempo, por cada emprego criado.

Helena Barril adiantou também que a sua candidatura vai apoiar a modernização das cooperativas do concelho, de modo a torná-las mais dinâmicas e competitivas, realizando, em simultâneo, certames como os festivais do vinho e do azeite, para promoção destes produtos a nível nacional e transfronteiriço.

O centro histórico e a área envolvente do comércio tradicional também vão ser objeto de atenção, com uma candidatura à medida do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), “Bairros Digitais”, que consiste na dinamização de diferentes áreas comerciais localizadas em centros urbanos, zonas suburbanas ou rurais do país.

A candidatura social-democrata “Tempo de Acreditar” quer ainda investir no empreendedorismo. Em articulação com a Associação Comercial e Industrial de Miranda do Douro, pretende apoiar os novos agricultores, empresários e comerciantes que queiram desenvolver novos projetos no concelho.

No âmbito cultural, Helena Barril pretende valorizar o património da Terra de Miranda ao desenvolver novos serviços turísticos e ao valorizar os recursos e produtos da região. Merecerão por isso atenção a língua mirandesa, a gastronomia, os trajes típicos, a música tradicional com os gaiteiros, tamborileiros e pauliteiros; o artesanato e a natureza. Helena Barril mencionou a sua intenção de criar roteiros turísticos para visitar os miradouros, em parceria com os restaurantes locais. E na definição deste programa cultural, a candidata espera contar com a participação das associações culturais do concelho, os artesãos, os criadores de raças autóctones, as juntas de freguesia e outras entidades.

Outra das prioridades de Helena Barril é a requalificação do património edificado da cidadela através de isenções do IMI, da redução das taxas de urbanismo e outros mecanismos, de modo a facilitar a recuperação dos imóveis.

A candidata à presidência da Câmara Municipal de Miranda do Douro, afirmou que se a autarquia for bem gerida tem capacidade para implementar “estas e muitas mais medidas”.

Para concluir, Helena Barril, afirmou que o nome “Miranda” só por si vale imenso, mas há que o elevar a um patamar condizente com a sua história. E a sua candidatura acredita que este é o tempo oportuno para o fazer.

A apresentação pública de Helena Barril aos eleitores foi transmitida através da página de facebook da sua candidatura “Tempo de Acreditar” e contou também a participação de Pedro Velho, o presidente da juventude social-democrata (JSD) de Miranda do Douro.

Helena Barril apresentou a sua candidatura pública à presidência da Câmara Municipal de Miranda do Douro.

HA

Deixe um comentário