Autárquicas: CDU candidata Maria da Glória Jesus à Câmara de Miranda do Douro

A CDU candidatou a funcionária pública aposentada Maria da Gloria Jesus, de 67 anos, à Câmara de Miranda do Douro, sendo uma candidatura que promete olhar para “o abandono destas terras”, foi divulgado.

Num comunicado, a CDU informa que esta candidatura privilegia o contacto com a população e com os agentes locais.

“É uma candidatura que olha para o abandono destas terras, identificando os seus responsáveis, as políticas erradas de sucessivos governos e uma ação ineficiente por parte dos executivos municipais”, pode ler-se.

Para a candidata da coligação de esquerda, são prioridades as questões da língua mirandesa, da abertura do Centro de Saúde 24 horas por dia, o ambiente, o apoio à agricultura familiar e às cooperativas, a defesa e recuperação do património e as relações transfronteiriças.

“O desenvolvimento sustentado da Terra de Miranda implica uma mudança radical por parte do Estado Central a vários níveis: os fundos europeus e do Programa de Recuperação e resiliência (PRR) que permitam desenvolver a agricultura, preservar o património e a língua”, destacou a candidata da CDU.

Caso sejam eleitos pela população da Terra de Miranda, os candidatos da CDU prometem apoiar “com todos os meios e em colaboração estreita os interesses da população, bem como coletividades, associações e movimentos”.

Maria da Glória Jesus também foi candidata à Câmara de Miranda do Douro pela CDU nas eleições de 2017, sendo militante do PCP.

O candidato pela CDU à Assembleia Municipal de Miranda do Douro é João Monteiro de Jesus, de 66 anos, funcionário público aposentado e militante do PCP.

A candidata da CDU vai concorrer contra Helena Barril do PSD, Júlio Meirinhos do PS e Nazaré Batista do Chega.

O executivo municipal de Miranda do Douro é composto por cinco eleitos, sendo que atualmente três são do PS e dois do PSD.

Fonte: Lusa 

Deixe um comentário