Vimioso: Hugo Vaz mostra a sua criação artística

A Casa da Cultura de Vimioso tem em exibição, a exposição “2022, Epopeia na Terra”, trata-se de uma coleção de pinturas e esculturas de Hugo Vaz, na qual o artista transmontano, natural de Carção, procura expressar a sua identidade e uma multiplicidade de sentimentos.

Quem decida visitar a casa da cultura, em Vimioso, vai encontrar pinturas e esculturas construídas com vários materiais e onde se destacam voluemes e uma variedade de cores, que “revelam um ser humano em constante construção”.

Nesta sua criação artística, Hugo Vaz, diz-se influenciado pela visão evolucionista de Darwin e do escritor alemão Franz Kafka, procurando assim expressar “as metamorfoses de um ser humano projetado num futuro imprevisível e inquietante”.

Atualmente, as obras de Hugo Vaz encontram-se em várias coleções particulares em Portugal, França, Holanda, E.U.A. E Singapura.

De acordo com a vereadora do município de Vimioso, Carina Lopes, a chegada da exposição “2022, Epopeia na Terra” a Vimioso, surgiu de um convite endereçado pelo município ao artista Hugo Vaz, natural de Carção, para expor algumas das suas obras.

“O Hugo Vaz respondeu afirmativamente ao nosso convite e a sua exposição, totalmente gratuita, vai estar patente na casa da cultura de Vimioso, de 31 de outubro até 27 de novembro”, disse.

No dia 31 de outubro, aquando da inauguração da exposição esteve presente uma turma de alunos do Agrupamento de Escolas de Vimioso que, segundo a autarca, “ficaram fascinados com a técnica artística do autor, de juntar a pintura e a escultura numa mesma obra”.

Na exposição destaca-se também a preocupação ambiental do artista, ao reutilizar materiais como os sacos de café ou as latas de conservas.

A exposição “2022, Epopeia na Terra” está patente na Casa da Cultura de Vimioso, até ao dia 27 de novembro.

HA

Deixe um comentário