Sendim: Feira dos Grazes vai decorrer ao longo de três dias

Em Sendim já está tudo pronto para a realização da Feira dos Grazes, um certame que este ano tem a novidade de decorrer ao longo de três dias, de 28, 29 e 30 de outubro e que para além da conhecida feira franca, vai oferecer aos visitantes a oportunidade de adquirir produtos locais e de assistir aos concertos musicais.

O certame vai iniciar-se na sexta-feira, dia 28 de outubro, ao final da tarde (18h00), numa cerimónia que vai contar com a participação do presidente de união de freguesias de Sendim e Atenor, Luís Santiago, da presidente do município de Miranda do Douro, Helena Barril e do vice-presidente da região de Turismo do Norte, Inácio Ribeiro

De acordo com a vice-presidente da União de Freguesias de Sendim e Atenor, Ana Paula André, no decorrer desta cerimónia de abertura da Feira dos Grazes vai ser apresentado o projeto do há muito esperado matadouro intermunicipal.

“Este novo equipamento vai ser construído na vila de Sendim, para servir os concelhos de Miranda do Douro e Vimioso”, sublinhou.

Outra novidade na edição da Feira dos Grazes deste ano é a participação de expositores locais, para comercialização de produtos como os vinhos da cooperativa Ribadouro; o azeite da cooperativa olivícola sendinesa; os artigos em burel; o mel; o artesanato; o pão; o fumeiro; as compotas; e as facas de Palaçoulo.

“Neste primeiro ano vão participar 12 expositores locais”, indicou.

No decorrer da feira, os visitantes poderão ainda almoçar e jantar nos restaurantes locais e no restaurante instalado salão de festas, sendo que o prato gastronómico em destaque vai ser a “posta à sendinesa”.

Ao longo dos três dias, o evento vai ser animado pelos grupos de pauliteiros de Sendim, pelos gaiteiros locais e pelo rancho folclórico e etnográfico de Sendim.

“O nosso grande objetivo com a Feira dos Grazes é promover as trocas comerciais e dinamizar o mais possível a vila de Sendim”, justificou.

À noite, a animação musical vai estar a cargo de grupos como o “Triângulo”, o “Ás da Concertina”, “Augusto Canário e Amigos” e a artista “Quina Barreiros”.

Embora as condições climatéricas sejam instáveis no outono, a organização prevê a afluência de muito público à Feira dos Grazes de Sendim.

“O fim-de-semana da Feira dos Grazes antecede o feriado do Dia de Todos os Santos, pelo que esperamos a vinda de muita gente a Sendim”, disse.

Sobre a razão da popularidade da Feira dos Grazes de Sendim, a autarca sendinsesa respondeu que tradicionalmente há muitas pessoas que esperam por esta feira para comprar a roupa para o inverno.

“Há muitas pessoas que esperam pelos Grazes para comprar os lençóis, os cobertores, os casacos e o calçado”, indicou.

Manuel José Afonso, por exemplo, tem 80 anos e é natural de Sendim. Recorda-se da feira dos Grazes desde a sua infância e diz que outrora esta feira era sobretudo agrícola, dado que se realiza em outubro, a época das sementeiras.

“Como Sendim continua a ser uma localidade agrícola, se outrora se vendiam os burros para os trabalhos no campo, hoje em dia vendem-se tratores, máquinas e alfaias agrícolas”, informou.

Desde então até hoje, a Feira dos Grazes manteve-se viva e continua a ser um evento que atrai a vinda de muitas pessoas, sobretudo dos concelhos de Miranda do Douro, de Mogadouro e Vimioso e também da vizinha Espanha.

A Feira dos Grazes é um certame anual, organizado pela União de Freguesias de Sendim e Atenor e que conta com o apoio do município de Miranda do Douro.

HA

Deixe um comentário