Ambiente: Palombar implementa dois novos projetos de conservação da fauna e dos solos

A organização Palombar – Conservação da Natureza e do Património Rural vai implementar dois novos projetos ambientais, que visam contribuir para a conservação da natureza e o combate à perda de biodiversidade.

Os projetos resultam da assinatura de dois protocolos de colaboração com a associação Viridia – Conservation in Action. Esta entidade tem como missão contribuir para a conservação da natureza, através do apoio a projetos de restauro de ecossistemas e de desenvolvimento humano em áreas de conflito natureza/sociedade, com carências significativas da população local.

Segundo a Palombar, o cofinanciamento é essencial para que a organização consiga implementar ações de conservação da biodiversidade e dos ecossistemas em áreas prioritárias no país.

O projeto “LIFE Aegypius return” visa consolidar e expandir a população do abutre-negro em Portugal e Espanha

O projeto “LIFE Aegypius return” é financiado pelo Programa LIFE da União Europeia e tem como objetivo principal consolidar e expandir a população ocidental de abutre-negro (Aegypius monachus) em Portugal e no oeste de Espanha.

«A nossa meta é aumentar o sucesso reprodutivo do abutre-preto, melhorando o seu estatuto de ameaça, para que passe de “Criticamente em Perigo” para, pelo menos, “Em perigo”», refere o comunicado.

As ações a desenvolver inserem-se no âmbito do projeto “Sentinelas”, iniciado no mês de setembro de 2022, e que vão ser agora potenciadas pelo financiamento da associação Viridia.

Em causa estão ações como a monitorização, através da marcação com dispositivos GPS, de espécies de aves e mamíferos que são mais afetadas por diversas formas de perseguição ilegal. Outra ação é avaliar a vulnerabilidade das espécies de fauna silvestre ao uso ilegal de venenos e analisar as perceções sociais relativamente às espécies de fauna silvestre.

O projeto Unidade de Paisagem para o Restauro do Solo e dos Habitats de Algoso – UP4REHAB

O outro projeto da Palombar que recebeu cofinanciamento da Viridia foi a “Unidade de Paisagem para o Restauro do Solo e dos Habitats de Algoso – UP4REHAB”.

O objetivo deste novo projeto é melhorar a qualidade do solo para aumentar a sua resiliência ao processo de desertificação e às alterações climáticas.

José Pereira, presidente da Palombar, destaca que “a parceria estabelecida com a Viridia é um marco na história associativa da Palombar. Mais do que um apoio financeiro, é o reconhecimento do nosso trabalho, da estratégia que procuramos implementar na conservação da natureza e na procura por uma coexistência pacífica com o mundo natural”, justificou.

HA

Deixe um comentário