Miranda do Douro: Equipa de futsal é constituída por 15 jogadores do concelho

O Clube Desportivo de Miranda do Douro (CDMD) foi constituído a 31 de agosto de 2022 e surgiu com o objetivo de diversificar a prática desportiva, apostando em modalidades como o futsal e dando assim a oportunidade de jogar aos jovens jogadores do concelho.

De acordo com o presidente do novo clube, Nuno Martins, o futsal é a primeira aposta e futuramente seguir-se-ão outras modalidades como o tenis, paddle tenis, as caminhadas, o trail e as corridas.

Nuno Martins já tem experiência como dirigente desportivo, dado que foi presidente do Grupo Desportivo Mirandês, nas épocas 2009/2010 e 2010/2011.

Segundo o dirigente desportivo, o trabalho inicial da direção do CDMD é angariar novos associados e obter o apoio dos adeptos e simpatizantes.

Sobre os objetivos da equipa de futsal para esta época desportiva, Nuno Martins, adiantou que o grupo vai entrar para ganhar em todos os jogos.

“À semelhança do que aconteceu em 2009/2010, no futebol de 11, gostaria de nesta primeira época conquistar a taça distrital de futsal”, disse.

A equipa de futsal do Clube Desportivo de Miranda do Douro (CDMD) é constituída por 17 jogadores, sendo que 15 são oriundos do concelho de Miranda do Douro.

“Ter uma equipa com jogadores naturais ou que residam no concelho é outra prioridade, pois queremos que a população se identifique com este projeto desportivo”, disse.

O treinador da equipa de futsal do Clube Desportivo de Miranda do Douro (CDMD) é Vitor Hugo Luís, que na época passada orientou o Grupo Desportivo Mirandês.

Sobre esta mudança para o novo clube, Vitor Hugo, começou por dizer que não foi uma decisão fácil, mas foi a mais acertada.

“O Grupo Desportivo Mirandês tem os seus objetivos legítimos direcionados para o futebol de 11. E nós temos a ambição de fazer crescer o futsal, em Miranda do Douro. E para isso precisávamos de reunir outras condições. Daí que tenha nascido o Clube Desportivo de Miranda do Douro”, justificou.

Segundo o técnico, o novo clube não surge para dividir, mas sim para complementar e oferecer a prática de outras modalidades desportivas.

Perante o despovoamento do território e a crescente dificuldade em formar equipas de futebol de 11 com atletas naturais da região, o treinador do Clube Desportivo de Miranda do Douro (CDMD) afirmou que o futuro também passa pela aposta noutras modalidades desportivas.

“Em localidades com menor densidade populacional acredito que é uma aposta sensata dedicarmo-nos a modalidades de pavilhão, de modo a dar oportunidades aos nossos jovens”, explicou.

Quanto aos objetivos da equipa de futsal para a época que vai iniciar-se a 7 de outubro, Vitor Hugo, adiantou que o clube está muito satisifeito com o plantel.

“É um plantel muito competitivo que jogo a jogo, vai lutar para vencer todos os jogos”, afirmou.

Na época passada, Vitor Hugo orientou a equipa do Grupo Desportivo Mirandês, tendo alcançado o 9º lugar.

“Foi uma época de aprendizagem, em que muitos dos jogadores vinham do futebol de 11 e nunca tinham jogado futsal”, informou.

O treinador referiu-se ainda às melhores condições para a prática da modalidade no pavilhão multiusos de Miranda do Douro, destacando a aquisição do novo piso, o marcador e as bancadas amovíveis para o público.

HA

Deixe um comentário