Malhadas: Concurso nacional vai mostrar os melhores bovinos mirandeses

Nos dias 26, 27 e 28 de agosto, Malhadas vai acolher o XXXI Concurso Nacional de Bovinos de Raça Mirandesa, um certame que vai reunir 80 criadores e 180 animais provenientes do solar da raça, informou o secretário-técnico da Associação de Criadores de Bovinos de Raça Mirandesa (ACBRM), Valter Raposo.

Recorde-se que o solar da raça de bovinos mirandeses é constiuído pelos concelhos de Miranda do Douro, Vimioso, Mogadouro, Macedo de Cavaleiros, Bragança e Vinhais.

“A partir de maio realizaram-se os concursos concelhios para selecionar os melhores exemplares. E são esses animais que vão competir agora no concurso, em Malhadas”, explicou Valter Raposo.

Segundo o secretário-técnico da ACBRM, o concurso nacional é rotativo pelos seis concelhos do solar e este ano vai realizar-se no mercado de gado, em Malhadas.

Assim, no programa dos dias 26, 27 e 28 de agosto destacam-se as provas de classificação dos animais e as lutas de touros.

No concurso propriamente dito, vão ser avaliados parâmetros da morfologia dos animais como a pelagem, a cabeça, etc.

De acordo com Valter Raposo, ao longo das 31 edições do concurso nacional, a qualidade dos bovinos mirandeses tem evoluído, graças ao maior cuidado dos criadores.

Quanto ao número de animais existentes nos seis concelhos, o secretário técnico da ACBRM, informou que atualmente existem cerca de 4100 fêmeas reprodutoras.

“Em 1994/1995 havia pouco mais de 1000 bovinos de raça mirandesa. Desde então houve um aumento do número de efetivos”, indicou.

A Associação de Criadores de Bovinos de Raça Mirandesa (ACBRM) tem como grande missão da preservação desta raça autóctone e para que isso aconteça são selecionados os melhores exemplares para serem reprodutores.

Questionado sobre a importância dos concursos, o presidente da Associação de Criadores de Bovinos de Raça Mirandesa (ACBRM), João Choupina, sublinhou que estes eventos são uma motivação e um incentivo para os criadores.

“Ao longo do ano, os criadores de bovinos de raça mirandesa realizam um enorme trabalho e estes concursos são um prémio e uma montra para mostrarem os seus melhores animais”, disse.

João Choupina, que também é criador de 70 bovinos de raça mirandesa, informou que a criação destes animais exige uma presença contínua dos criadores e uma alimentação adequada.

Quanto à participação dos animais no concurso, isso exige aos criadores um trabalho adicional na domesticação dos animais.

“Atualmente, as explorações são extensivas e os animais andam à solta em grandes espaços, pelo que o manejo e a domesticação dos animais exige uma grande dedicação na relação criador-bovino”, informou.

HA

Deixe um comentário