SANTÍSSIMA TRINDADE (SOLENIDADE)

Comunhão de amor

Prov 8, 22-31 / Slm 8, 4-9 / Rom 5, 1-5 / Jo 16, 12-15

Jesus sentou-se com os discípulos várias vezes a explicar as suas palavras, bem como as Escrituras. Mas nunca o fez para nos apresentar o mistério que celebramos hoje: a Santíssima Trindade. E, ainda assim, este é um mistério essencial à nossa fé.

Como nos recorda o Evangelho, é o Espírito, que habita toda a Criação e o íntimo do nosso ser, quem nos guiará para a verdade plena. Temos de abrir-nos a este Espírito, que nos revela como Deus, Fonte e Pai, comunica incessantemente a sua Palavra, o seu Filho, a única e fiel imagem de Deus. E o Filho, feito carne, mostra-nos e fala-nos somente do seu Pai e do amor que tem por toda a Criação, um amor que é misericórdia, um coração que se aproxima e ama.

Esta comunicação de Deus não é somente uma declaração amorosa, mas sim uma entrega. Entrega tão total e plena que nada guarda para si e que, numa lei espiritual que nunca será compreendida pelas leis da física, quanto mais se dá, quanto mais se desgasta e se perde, mais afirma a identidade central do nosso Deus: aquele que ama e que é amado, numa relação fecunda que em si mesma é uma pessoa.

O amante é o Pai. O amado é o Filho. E o toque de amor entre ambos é o Espírito Santo. E é este amor, como diz Paulo na Segunda Leitura, que é derramado em cada um dos nossos corações.

O Amor que Deus é compreende-se somente à luz do mistério da Trindade, na relação entre as três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. Como nos diz Santo Ireneu, o Pai só é pai porque ama o Filho; e o Filho só é filho porque ama o Pai; e o Espírito Santo é o eterno beijo de amor entre os dois. Três pessoas, em relação amorosa, e um só Deus, presente desde sempre, todo-poderoso em amor.

Entremos neste mistério amoroso. Para descobrir quem Deus é, para deixarmos que Ele se revele e para melhor escutarmos o apelo amoroso que Ele nos dirige.

Fonte: Rede Mundial de Oração do Papa

https://www.redemundialdeoracaodopapa.pt/meditacao-diaria/1728

Deixe um comentário