III DOMINGO DO TEMPO COMUM

Ecoar

Ne 8, 2-4a.5-6.8-10 / Slm 18 B (19), 8-10.15 / 1 Cor 12, 12-30 ou 12, 12-14.27 / Lc 1, 1-4; 4, 14-21

Neste Domingo da Palavra de Deus – que é também o 6.º dia da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos – devemos centrar a nossa atenção no peso que a Escritura tem nas nossas vidas. Somos capazes de ler a nossa vida à luz das Escrituras? No episódio narrado hoje por São Lucas, em que Jesus lê a passagem de Isaías, é-nos mostrado como a Palavra ganhava vida em Jesus, como Ele se identificava com ela e se reconhecia nela. A Palavra de Deus é-nos dirigida para apontar rumo e iluminar o quotidiano. Somos capazes de nos encontrar nas leituras que ouvimos, domingo após domingo?

Pela ação do Espírito, a Palavra deve ecoar de forma distinta em cada um de nós. E como São Paulo nos indica, esse eco deve levar-nos à ação. Mas isto pede-nos que, mais do que somente ler ou escutar, nós nos deixemos afetar pela Palavra; pede-nos que nos disponibilizemos para que a Palavra ganhe corpo em nós, para que ela fecunde a nossa imaginação.

Pela ação do Espírito, a Palavra deve ecoar de forma distinta em cada um de nós. E como São Paulo nos indica, esse eco deve levar-nos à ação.

Deixemo-nos contagiar pela vida e alegria relatadas hoje na primeira leitura, no Livro de Neemias. Comecemos esta semana dispostos a voltar para as nossas casas prontos para fazer uma festa, falando entre nós sobre o impacto que as leituras deste dia têm em nós, e estejamos atentos aos que nada têm, para partilhar com eles a nossa alegria, seja através da comida ou de bens que lhes façam falta, seja através de uma presença amorosa. Não deixemos que a Palavra de Deus passe em nós sem surtir efeito. Optemos por ser terra fértil para a Palavra e assim dar fruto.

Fonte: Rede Mundial de Oração do Papa

https://www.redemundialdeoracaodopapa.pt/meditacao-diaria/1577

Deixe um comentário