Miranda do Douro: Município pede medidas de segurança na EN 218 para evitar acidentes

O município de  Miranda do Douro requereu à Infraestruturas de Portugal (IP), com caráter de urgência, a implementação de medidas de segurança para minimizar acidentes ou atropelamentos na Estrada Nacional (EN 218) que atravessa a cidade.

“No troço da EN 218, onde a referida via começa a atravessar o perímetro urbano da cidade de Miranda do Douro, existem inúmeras passagens de peões sinalizadas. Passagens de peões ditas normais (passadeira horizontal). Contudo,  e considerando que no passado mês, ocorreram dois acidentes graves, um deles atropelamento de que resultou uma vítima mortal, é urgente proceder à implantação de medidas de segurança que minimizem os acidentes rodoviários”, disse o vereador Vítor Bernardo.

De acordo com vereador do município de Miranda do Douro,  a implementação das medidas agora solicitadas à IP “revelam-se da maior importância, uma vez que esse troço de estrada é frequentado e atravessado por inúmeros alunos, que frequentam a Escola Básica e Secundária de Miranda do Douro, e por inúmeras pessoas que diariamente fazem as suas compras numa superfície comercial aí existente”.

“Pretende-se com estas medidas contribuir para a segurança dos peões e redução da sinistralidade rodoviária no EN 218 que é uma estrada transfronteiriça”, vincou.

Considerando ainda que tal troço é atravessado e frequentado por inúmeros alunos, menores de idade, que frequentam a Escola Básica e Secundária de Miranda do Douro, a qual confina com a EN 218, “ é imperioss a colocação de sinalização tida por adequada para evitar acidentes rodoviários ou atropelamentos, tais como sinalização repressiva”.

Por outro lado e de acordo com Vítor Bernardo, o município tem o dever de salvaguardar a segurança dos seus munícipes, utilizando todos os meios de segurança possíveis, quer ativos quer passivos, solicitando  à IP, com “a máxima urgência”, que elabore um estudo técnico para dar viabilidade à instalação de meios mecânicos ou outros (semáforos, lombas), ou qualquer outra técnica de obrigação de redução de velocidade, e posterior aplicação e execução na EN 218.

A EN 218 integra a rede de estradas  de Portugal e estabelece a ligação entre Quintanilha, no concelho de Bragança, a Autoestrada Transmontana e Miranda do Douro pela EN 221.

Fonte: Lusa

Deixe um comentário